terça-feira, 11 de agosto de 2009

Aldeias

“ÓOOOOO! Uma coisa tão pequena fez uma filha tão grande!”
Tradução: Não dava nada por ti e afinal ainda fizeste uma filha mal jeitosa e gorda.
“AAAAhhhhhhh! Estás tão boa! Tão linda!”
Tradução: Credo se engordas mais vais parecer um tocinho.
“D´lhá! Deste um pulo, estás uma mulher crescida e bonita!”
Tradução: Qualquer dia não cabes na porta.
“ÁAAAA cara linda!”
Tradução: os teus olhos são bonitos mas devias cortar esse cabelo espigado.
"Uiiiii, já foste à praia!"
Tradução: Essa pele está uma miséria.

2 comentários:

Siera disse...

Siera gosta deste post! ;)

A Voz da Ignorância disse...

O povo simples das aldeias, o povo "desquecido e ostracizado" das aldeias é sempre tão inocente... não mente nem conhece as técnicas de "sorrisos amarelos" das grandes urbes!!! Maybe not...